UOL Notícias Notícias
 

08/04/2010 - 22h17

Governo de Trinidad e Tobago dissolve Parlamento para eleição

Por Linda Hutchinson-Jafar

PORT OF SPAIN (Reuters) - O presidente de Trinidad e Tobago dissolveu o Parlamento nesta quinta-feira, um dia antes de um debate programado sobre uma moção de não confiança contra o primeiro-ministro Patrick Manning.

O presidente Maxwell Richards disse que estava atuando seguindo um conselho de Manning, que queria o Parlamento dissolvido a fim de abrir caminho para uma eleição geral.

Nenhuma data para a eleição no país caribenho rico em energia, um dos principais fornecedores de gás natural aos Estados Unidos, foi estabelecida. Mas com a dissolução do Parlamento, o país deve ir às urnas em três meses, disseram analistas políticos.

Manning, de 64 anos, governou Trinidad e a pequena ilha de Tobago por 13 dos últimos 17 anos e foi reeleito com facilidade em novembro de 2007.

Ele tem sido criticado por suposta corrupção e pelo uso de receitas da energia não renovável para gastos com projetos de pouca utilidade para a maioria da população.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host