UOL Notícias Notícias
 

08/04/2010 - 17h04

Presidente do Chile pede à Argentina integração de alfândegas

BUENOS AIRES (Reuters) - O presidente do Chile, Sebastián Piñera, pediu nesta quinta-feira em Buenos Aires uma melhora na conectividade de seu país com a Argentina e disse ser necessário trabalhar para integrar as alfândegas de ambos os países na extensa fronteira comum de mais de 5 mil quilômetros.

Piñera, em sua primeira viagem oficial ao exterior desde que assumiu a presidência do Chile no mês passado, foi recebido por sua colega argentina, Cristina Kirchner, com quem conversou sobre assuntos de integração física e comercial, entre outros temas.

"Falamos da integração física. Parece um absurdo que gastemos bilhões de dólares em pontes, em túneis que nos unam, para encontrarmos uma alfândega longe de nós", disse Piñera em entrevista coletiva ao lado de Cristina na Casa Rosada, sede do governo argentino.

"O tempo que economizamos usando pontes e túneis, perdemos em pé na fila nas alfândegas", disse ele, que propôs "facilitar o funcionamento de alfândegas integradas."

Piñera, que chegará ao Brasil nesta tarde, agradeceu também a ajuda enviada pela Argentina após o terremoto que atingiu o Chile em 27 de fevereiro e provocou a morte de ao menos 500 pessoas.

(Reportagem de Guido Nejamkis)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host