UOL Notícias Notícias
 

11/04/2010 - 12h22

Contra enchentes, Haiti tira vítimas de tremor de área de risco

Por Joseph Guyler Delva

PORTO PRÍNCIPE (Reuters) - O governo do Haiti e agências internacionais começaram no sábado a deslocar milhares de sobreviventes do terremoto de janeiro para lugares mais seguros, com o objetivo de evitar o risco de deslizamentos de terra e de enchentes durante a temporada de chuvas.

Mais de um milhão de pessoas ficaram desabrigadas pelo devastador terremoto, que destruiu áreas da capital do país. Especialistas dizem que milhares de pessoas estão em situação de risco por causa das chuvas sazonais das próximas semanas.

O presidente haitiano, René Préval, disse que os abrigos especiais estão sendo feitos pelo governo, com a ajuda da Organização das Nações Unidas (ONU) e de organizações não-governamentais. Milhares de sobreviventes do terremoto vivem atualmente em barracas lotadas e vulneráveis.

O governo do Haiti afirma que mais de 300 mil pessoas podem ter morrido no terremoto de 12 de janeiro, descrito por alguns especialistas como o desastre natural mais letal da história moderna. O país é o mais pobre do hemisfério ocidental.

O Brasil lidera a missão de paz da ONU no país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,73
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,00
    65.010,57
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host