UOL Notícias Notícias
 

25/04/2010 - 14h16

Meirelles: Banco Central não está abaixo da curva, agirá forte

Por Ana Nicolaci da Costa e Dan Burns

WASHINGTON (Reuters) - O Banco Central do Brasil não está abaixo da curva das taxas de juro e agirá fortemente para conter a inflação e garantir que a economia não sofra um superaquecimento, disse o presidente do banco, Henrique Meirelles, em entrevista à Reuters neste domingo.

Falando nos bastidores das reuniões do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington, Meirelles disse também que o Brasil apoiaria o apoio financeiro à Grécia.

Ele minimizou as preocupações expressadas por alguns analistas de que o banco deveria ter elevado a taxa de juro em março. Este aumento é esperado para a próxima semana, embora o mercado permaneça incerto quanto à escala da contenção.

"Não é uma reunião que será tão decisiva para estar além da curva ou abaixo da curva", disse Meirelles.

"O Banco Central vai adotar medidas fortes para garantir que a inflação atinja a meta no horizonte relevante", afirmou ele.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h20

    -0,32
    3,158
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h21

    1,39
    69.591,88
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host