UOL Notícias Notícias
 

27/04/2010 - 21h54

Ciro Gomes diz que decisão do PSB foi "erro tático"

BRASÍLIA (Reuters) - Horas após ter sido descartado por seu partido para disputar a Presidência, o deputado Ciro Gomes afirmou nesta terça-feira que o PSB cometeu um erro.

"Acho um erro tático em relação ao melhor interesse do partido e uma deserção de nossos deveres para com o país", disse Ciro em nota em seu site.

A legenda não só retirou o nome do parlamentar da disputa como também sinalizou apoio à pré-candidata do PT, Dilma Rousseff. No comunicado divulgado nesta noite, Ciro destacou o erro, mas mostrou resignação.

"Deixo claro: acato a decisão da direção do partido. Respeitarei as diretrizes que, desta decisão em diante, devem ser tomadas em relação ao nosso posicionamento na conjuntura política brasileira", afirmou.

"Meu entusiasmo, e o nível de meu modesto engajamento, entretanto, compreendam-me, por favor, meus companheiros, irão depender do encaminhamento, pelo partido, de minhas preocupações com o Brasil, com nossa falta de um projeto estratégico de futuro, com a deterioração ética generalizada de nossa prática política, com a potencial e precoce esclerose de nossa democracia."

Somente sete dos 27 diretórios estaduais da sigla ficaram a favor de Ciro Gomes. A tese dele era de que sua presença na corrida eleitoral forçaria uma definição no segundo turno.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não queria que a candidatura do aliado dividisse os votos de outubro entre dois nomes do campo governista.

(Reportagem de Natuza Nery)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host