UOL Notícias Notícias
 

27/04/2010 - 11h14

ONU fecha seu escritório na 2a maior cidade afegã

Por Ismail Sameem

QANDAHAR, Afeganistão (Reuters) - A ONU anunciou na terça-feira a retirada temporária dos seus funcionários estrangeiros e o fechamento do seu escritório em Qandahar, segunda maior cidade afegã, onde a segurança se degradou em meio aos preparativos ocidentais para uma grande ofensiva militar.

Susan Manuel, porta-voz da ONU, disse que alguns funcionários estrangeiros na cidade foram removidos para Cabul, e que o pessoal local foi orientado a permanecer em casa.

Ela não informou quantos funcionários estrangeiros foram retirados e quantos permaneceram, nem se havia alguma ameaça específica que motivasse a decisão.

"A situação de segurança chegou ao ponto em que precisamos retirá-los ontem", disse ela. "Esperamos que as pessoas possam voltar e continuar o que estavam fazendo. Vemos isso como uma medida muito temporária."

As forças da Otan planejam para os próximos meses a maior ofensiva militar em quase nove anos de guerra, em Qandahar e arredores, que são redutos da milícia islâmica Taliban.

Provavelmente a partir de junho, cerca de 8.000 soldados dos EUA e Canadá vão ocupar áreas rurais próximas à cidade, e uma recém-chegada brigada de 3.500 norte-americanos escoltará 6.700 policiais afegãos em áreas urbanas. Ao todo, a ofensiva envolverá cerca de 23 mil tropas terrestres da Otan e policiais afegãos.

Tal ofensiva reflete o envio de 30 mil soldados adicionais pelos EUA neste ano, para tentar reverter os avanços do Taliban.

(Reportagem adicional de Peter Graff em Cabul)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host