UOL Notícias Notícias
 

27/04/2010 - 16h10

Vídeo iemenita mostra nigeriano em treinamento de militantes

Por Cynthia Johnston

DUBAI (Reuters) - O nigeriano suspeito de tentar explodir um avião com destino aos Estados Unidos em dezembro parece ter participado de um curso de treinamento de militantes, de acordo com um vídeo atribuído à Al Qaeda no Iêmen.

O vídeo, que também contém imagens de Umar Farouk Abdulmutallab numa aparente despedida de mártir, mostra homens mascarados armados em um deserto disparando metralhadoras e lança-granadas contra alvos que incluíam um avião pequeno que sobrevoava a área.

"A irmandade de muçulmanos na Península Arábica tem o direito de travar a jihad porque o inimigo está em seu país", disse Abdulmutallab na fita, exibida pela ABC news pouco depois de um suposto homem-bomba da Al Qaeda tentar assassinar o embaixador da Grã-Bretanha no Iêmen na segunda-feira.

"O inimigo está em seu país com seu Exército de judeus, cristãos e seus agentes", afirmou ele na mensagem, aparentemente gravada antes do ataque frustrado ao avião.

Junto com uma fita de um clérigo muçulmano nascido nos EUA ligado à Al Qaeda no Iêmen que também apareceu na segunda-feira, o vídeo soma-se às evidências crescentes da força da base da Al Qaeda no empobrecido país da Península Arábica.

O braço regional da Al Qaeda sediado no Iêmen assumiu responsabilidade pelo ataque fracassado de dezembro, no qual Abdulmutallab, qusae passou um período no Iêmen, é acusado de tentar explodir um avião comercial que seguia para os EUA com uma bomba costurada na cueca.

O ataque colocou o Iêmen -- vizinho do principal exportador mundial de petróleo, a Arábia Saudita -- no topo das preocupações com segurança do Ocidente e suscitou temores de que a Al Qaeda esteja tentando explorar o caos no Iêmen a fim de usá-lo como base de lançamento para mais ataques na região e além.

Abdulmutallab aparece no vídeo, que a ABC afirma ter sido produzido pela Al Qaeda no Iêmen, segurando uma arma automática sentado ao lado de outros homens armados no deserto.

O vídeo também mostra militantes disparando contra alvos improvisados, incluindo uma estrela de Davi e uma bandeira britânica, e fazendo exercícios de um curso de treinamento.

Autoridades norte-americanas disseram que Abdulmutallab, que está sendo processado nos EUA, lhes disse ter recebido treinamento e o artefato explosivo de militantes no Iêmen associados à Al Qaeda.

(Reportagem adicional de Erika Solomon)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host