UOL Notícias Notícias
 

28/04/2010 - 12h40

BCE e FMI: decisão rápida sobre Grécia é necessária

BERLIM (Reuters) - É necessária uma decisão rápida sobre o resgate à Grécia, disseram os chefes do Banco Central Europeu (BCE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) nesta quarta-feira, mas eles também afirmaram que nenhum número estará disponível até que as negociações com Atenas sejam concluídas.

"É impossível dar detalhes sobre o que será acertado finalmente", disse o diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, a jornalistas depois de conversar com políticos da Alemanha.

Mais cedo, membros da oposição do Parlamento alemão disseram que Strauss-Kahn tinha dito a eles que o pacote de resgate da zona do euro e do FMI à Grécia será de 100 bilhões a 120 bilhões de euros durante três anos.

Na entrevista a jornalistas, Strauss-Kahn negou-se a comentar.

O presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, disse que as negociações com a Grécia sobre o que é necessário para a ajuda ser garantida devem ser concluídas em alguns dias.

"Estou fazendo uma suposição de que esse sinal verde está dado, dependendo do programa em si... Eu estou confiante", disse Trichet, acrescentando que a aprovação rápida pelo Parlamento alemão é crucial.

Strauss-Kahn concordou: "Quanto mais rápido, melhor", afirmou. "Se tudo isso acontecer rapidamente, eu estou realmente confiante de que o problema será resolvido. Mas se nós não resolvermos na Grécia, pode ter muitas consequências no resto da União Europeia."

As negociações entre a Grécia, autoridades europeias e o FMI começaram em Atenas na semana passada, após a Grécia ter pedido cerca de 45 bilhões de euros em empréstimos emergenciais dos governos da zona do euro e do FMI neste ano.

(Reportagem de Paul Carrel)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host