UOL Notícias Notícias
 

28/04/2010 - 17h22

Vendas nos supermercados sobem 8,61% no 1o tri, diz Abras

SÃO PAULO (Reuters) - A recuperação econômica aliada ao efeito sazonal do período de Páscoa levou as vendas reais dos supermercados brasileiros a registrarem o melhor mês de março em dois anos, também impulsionadas pelo aumento do emprego.

As vendas subiram 10,16 por cento em março ante fevereiro e avançaram 10,42 por cento contra março do ano passado, informou nesta quarta-feira a Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

Segundo a associação, o primeiro trimestre de 2010 terminou com crescimento de 8,61 por cento nas vendas reais na comparação com igual intervalo de 2009.

"O mês de março contou com o período da Páscoa, o que contribui para esse aumento expressivo no faturamento do setor", disse o presidente da Abras, Sussumu Honda, atribuindo esse desempenho principalmente à recuperação da economia.

"De qualquer maneira, como o acumulado de 8,61 por cento no primeiro trimestre mostra claramente, mantemos a tendência de forte aumento nas vendas do setor supermercadista", acrescentou Honda em comunicado.

Números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostraram que a economia brasileira criou em fevereiro 209.425 empregos formais, recorde para o mês, e estimativa do ministro do Trabalho, Carlos Lupi, é de que a criação de vagas no mês passado tenha superado o dado de fevereiro.

Do lado dos preços, o AbrasMercado, que acompanha as variações de preços em todo o país, registrou em março aumento de 2,32 por cento frente a fevereiro para a cesta de produtos. Quando comparados a março do ano passado, os preços subiram 6,49 por cento, passando de 257,75 reais para 274,48 reais.

Entre as cinco regiões brasileiras, o Nordeste foi a que apresentou maior mudança no preço da cesta, com alta de 3,62 por cento em março ante o mês anterior.

RANKING DO SETOR

A entidade também divulgou o Ranking Abras 2010, que contabiliza o faturamento do setor em 2009.

De acordo com o documento, o segmento supermercadista doméstico teve vendas de 177 bilhões de reais no ano passado. O lucro líquido aumentou para 2,23 por cento do faturamento, o maior da série histórica.

Ainda segundo a pesquisa, o investimento no setor em 2009 alcançou 3,4 bilhões de reais, enquanto as previsões para este ano apontam 2,07 bilhões de reais.

O grupo Pão de Açúcar recuperou a primeira posição entre as maiores do setor doméstico, com um faturamento de 26,2 bilhões de reais em 2009. Carrefour, que era líder em 2008, somou 25,6 bilhões de reais em vendas no ano passado, enquanto o Wal-Mart Brasil faturou 19,7 bilhões de reais.

(Reportagem de José de Castro)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host