UOL Notícias Notícias
 

03/05/2010 - 15h29

DEM entra com representação contra Lula, Dilma e CUT no TSE

BRASÍLIA (Reuters) - O Democratas entrou com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta segunda-feira.

Para a legenda, o presidente teria realizado campanha eleitoral antecipada em evento de comemoração do Dia do Trabalhador, organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) no último sábado.

A pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, e a CUT também são alvos da representação do DEM.

O partido baseia a representação em discurso de Lula em que ele defende a necessidade de se fazer mais pelo país, mas com "sequenciamento". O documento pede a aplicação do valor máximo de multa do TSE, que chega a 25 mil reais, ou o "equivalente ao custo total da propaganda".

Para o DEM, o evento "não passou de mais um comício em prol da pré-candidata do Partido dos Trabalhadores (PT) para o próximo pleito presidencial".

A representação também traz trecho de discurso de Dilma. De acordo com o documento, a ex-ministra teria projetado sua candidatura ao dizer que "... hoje é um dia de luta e de se olhar para o futuro".

O DEM questionou ainda a utilização de recursos públicos para a realização do evento.

Na última sexta-feira, foi o PT quem entrou com duas representações contra o PSDB, por conta do site "Gente que Mente". Segundo o PT, o domínio da internet, que teria sido criado por dirigentes tucanos, fere a honra de Dilma Rousseff.

Lula já foi multado duas vezes por campanha eleitoral antecipada.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host