UOL Notícias Notícias
 

06/05/2010 - 10h48

Conab eleva safra de grãos do Brasil para recorde de 146,9 mi t

SÃO PAULO (Reuters) - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) elevou levemente nesta quinta-feira a estimativa para a safra nacional 2009/10 de grãos para um recorde de 146,9 milhões de toneladas, ante 146,3 milhões na previsão de abril, devido ao bom regime de chuvas nas áreas de maior produção.

Se confirmado esse volume, a produção será 8,7 por cento maior que as 135,1 milhões de toneladas da safra 2008/09, de acordo com o oitavo levantamento de grãos da entidade. O recorde anterior era da safra 2007/08, quando o país produziu 144,1 milhões de toneladas.

"Esse resultado se deve à maior utilização de tecnologia, comportamento que vem se observando no decorrer dos últimos anos, aliado às condições climáticas favoráveis durante o desenvolvimento das lavouras", disse a Conab.

A área cultivada no país em 2009/10 foi estimada pela Conab em 47,5 milhões de hectares, queda de 0,4 por cento ante 2008/09.

Dentre as principais culturas, o milho segunda safra e soja apresentaram crescimento da área cultivada ante a temporada anterior, respectivamente de 1,7 e de 6,9 por cento, para 5 milhões e 23,2 milhões de hectares.

MILHO

A previsão para a safra total de milho subiu de 54,1 milhões anteriormente para 54,2 milhões de toneladas, alta de 6,2 por cento ante as 51 milhões de toneladas da safra passada.

A primeira safra de milho foi elevada para 33,9 milhões de toneladas, contra 33,4 milhões em abril e 33,5 milhões em 2008/09.

"O clima foi favorável na maioria das regiões produtoras, com desenvolvimento vegetativo, floração, granação e colheita transcorrendo normal", afirmou a Conab.

Já a safrinha foi reduzida de 20,7 milhões de toneladas na estimativa anterior para 20,3 milhões nesta quinta-feira, ante 17,3 milhões em 2008/09.

"Existem situações pontuais de períodos de deficiência hídrica, principalmente no Mato Grosso e Goiás, que sinalizam perda de produtividade, principalmente naquelas áreas que estão na fase de floração e granação."

A estimativa da área cultiva com a primeira safra é de 8 milhões de hectares, redução de 13,2 por cento em relação a 2008/09, o que segundo a Conab está relacionado ao grande volume do produto no mercado e preços abaixo do esperado.

OLEAGINOSAS

Já a estimativa para a safra 2009/10 de soja passou de 67,4 milhões de toneladas em abril para 67,9 milhões, o que representa também um aumento 18,7 por cento em relação aos 57,2 milhões de toneladas de 2008/09.

De acordo com a Conab, a atual safra, cuja colheita praticamente já foi encerrada, foi beneficiada por vários fatores, como "preços mais atraentes e perspectivas futuras de mercado mais atrativas comparativamente às culturas concorrentes, e a antecipação do período das chuvas...".

A safra 2009/10 de algodão em pluma foi mantida pelo órgão em 1,27 milhão de toneladas, contra 1,21 milhão em 2008/09. A área plantada é de 836 mil hectares, queda de 0,9 por cento ante a temporada anterior.

TRIGO

A Conab também realizou sua primeira estimativa para a safra 2010 de trigo, prevista em 5,1 milhões de toneladas, praticamente estável ante 2009, quando o Brasil produziu 5 milhões de toneladas.

Entretanto, o órgão destacou que há uma indefinição quanto à área que será cultivada devido ao comportamento do mercado até o momento.

Ainda assim, "está prevista uma diminuição considerável da área cultivada" em relação a 2009, quando foram plantados 2,4 milhões de hectares, numa safra em que as lavouras foram prejudicadas pelo clima.

(Por Camila Moreira)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h30

    0,76
    3,176
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h36

    -0,26
    64.980,40
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host