UOL Notícias Notícias
 

10/05/2010 - 10h57

Para Lula, indústria naval do país passa por revitalização

BRASÍLIA (Reuters) - O Brasil está construindo uma "poderosa" estrutura para a revitalização da indústria naval, afirmou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta segunda-feira.

"Nós estamos construindo uma poderosa estrutura para termos uma poderosa indústria naval neste país. Nós queremos ser exportador de sondas, de plataformas e de navios", disse Lula, no programa de rádio "Café com o Presidente."

A afirmação ocorre poucos dias após a inauguração, em Pernambuco, do primeiro navio petroleiro construído no país em 13 anos. A embarcação, segundo o presidente, tem duas vezes e meia o tamanho do estádio de futebol Maracanã e leva o nome de João Cândido, marinheiro negro que liderou a Revolta da Chibata, no início do século 20.

Lula lembrou que, na década de 1970, o Brasil era o segundo país em produção de navios, posição perdida ao longo dos anos.

"Em 2000, nós tínhamos apenas 1.900 trabalhadores na indústria naval, na década de 1970 nós tínhamos 50.000 trabalhadores, e agora nós temos 45.000 trabalhadores outra vez", comparou, usando como referência o ano de 2000, quando Fernando Henrique Cardoso era o presidente.

Como vantagens da revitalização da indústria naval, Lula citou a geração de empregos, o uso do aço produzido no país --o que geraria postos de trabalho na indústria siderúrgica-- e a economia do que seria pago a navios estrangeiros pelo transporte de cargas brasileiras.

"Ou seja, há 'n' vantagens da gente produzir navio aqui."

O presidente destacou que ainda está previsto, no Programa de Modernização e Expansão da Frota da Transpetro (PROMEF), o lançamento de mais um navio no Rio de Janeiro e outro em Pernambuco.

(Por Maria Carolina Marcello)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host