UOL Notícias Notícias
 

12/05/2010 - 16h35

Venezuela prende mais colombianos e hostilidade aumenta

Patricia Rondon
Em Caracas

A Venezuela prendeu 19 colombianos acusados de portarem armas ilegais e cortarem árvores, na mais recente de uma série de incidentes semelhantes que aumentaram a animosidade entre os vizinhos andinos, informou a mídia estatal nesta quarta-feira.

A Colômbia alertou seus cidadãos no mês passado contra visitas à Venezuela depois que cerca de 20 colombianos foram presos e acusados de espionagem contra o governo do presidente Hugo Chávez.

Refletindo a divisão política existente na América Latina, o governo socialista de Chávez está há anos em conflito com o governo apoiado pelos EUA do presidente colombiano, Álvaro Uribe.

O comércio bilateral está praticamente interrompido e os incidentes violentos vêm aumentando na extensa fronteira entre os dois países, onde operam diversos grupos rebeldes e gangues ligadas ao tráfico.

Segundo a Radio Nacional, 19 colombianos foram detidos no estado de Miranda, na região central da Venezuela.

"Não foi descartada a possibilidade de eles pertencerem a uma unidade militar", disse à rádio estatal o prefeito local.

A rádio disse que os colombianos estavam cortando árvores "indiscriminadamente", além de estarem portando armas e munições.

A Colômbia realizará eleições presidenciais no final do mês, e Chávez já disse que não irá restabelecer relações se o ex-ministro da Defesa Juan Manuel Santos for eleito.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    3,142
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,67
    70.477,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host