UOL Notícias Notícias
 
15/05/2010 - 11h49 / Atualizada 15/05/2010 - 11h49

Mecanismo de crise da UE se tornou pouco atrativo, diz Rehn

Por Michael Winfrey

ZAGREB (Reuters) - O pacote de 750 bilhões de euros da União Europeia para combater a crise deve ter se tornado tão pouco atrativo que nenhum país vai se valer dele voluntariamente, afirmou neste sábado o comissário de Assuntos Econômicos e Monetários da UE, Olli Rehn.

O pacote derrubou o rendimento dos títulos europeus de recordes históricos, mas os investidores estão céticos quanto ao acordo, porque os cortes nos gastos podem prejudicar o crescimento econômico e não resolvem os problemas de dívida dos países da zona do euro.

Rehn afirmou ser importante que o mercado visse o acordo como um sinal de que a UE defenderia a zona do euro, e o bloco precisa estar preparado para um cenário ainda pior.

"Claro que há a questão do risco moral", disse Rehn no encontro anual do Banco Europeu para a Reconstrução e o Desenvolvimento. "Esse mecanismo deve ter se tornado tão pouco atrativo que nenhum líder de qualquer país (da UE) está voluntariamente tentado a recorrer a esse sistema. Apenas pergunte (ao primeiro-ministro grego) George Papandreou se ele está voluntariamente disposto a recorrer a esse tipo de sistema nesses termos."

Rehn afirmou que os Estados da União Europeia com alguma sobra em suas contas fiscais não devem acelerar a consolidação dos déficits do setor público, para evitar que o bloco entre em contração.

Rehn disse ainda que novas medidas para reforçar a estabilidade na zona do euro devem ir além da vigilância orçamentária e se concentrar na situação macroeconômica dos países da zona do euro.

Ele também falou que a Europa precisa de uma estratégia de medidas anticrise que levem em consideração as diferentes circunstâncias dos Estados, e mais estratégias estarão na agenda para o encontro do G20, em junho.

Ele também opinou que o julgamento da Comissão Europeia de que a Estônia está pronta para entrar na zona do euro no próximo ano mostrou que o bloco abrirá as portas para países que atendam suas exigências.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h09

    -0,18
    3,260
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host