UOL Notícias Notícias
 
24/05/2010 - 22h37 / Atualizada 24/05/2010 - 22h37

Presidente da Bolívia promulga lei contra governadores

Por Carlos Alberto Quiroga

LA PAZ (Reuters) - O presidente boliviano, Evo Morales, promulgou na noite desta segunda-feira uma lei de trânsito a um regime de autonomias regionais que inclui uma norma para suspender a curto prazo três governadores opositores a seu governo.

Depois de uma apresentação formal de reconsideração da lei aprovada no domingo, a oposição havia conseguido prorrogar a promulgação da norma que devia ter sido votada nesta manhã.

A reconsideração foi submetida à tarde ao plenário da Câmara dos Deputados e não obteve dois terços necessários para seu trâmite, numa sessão que durou apenas um minuto.

"Digo ao povo boliviano: missão cumprida com nossa promessa eleitoral. Agora, a partir do momento em que os governadores tomarem posse, começa a nova era para a Bolívia: um estado plurinacional com autonomias", disse Morales no presidencial Palácio Quemado.

A oposição rejeita a lei de transição porque autoriza a suspensão dos governadores regionais eleitos em 4 de abril se as investigações judiciais que enfrentam por múltiplas denúncias de corrupção avançarem à etapa de uma acusação formal aprovada por um juiz.

Essa situação afeta os três governadores de oposição dos departamentos de Santa Cruz, Tarija e Beni, diferentemente dos seis governadores oficialistas, que recém assumiram as lideranças regionais.

O espinhoso processo de instalação de governos regionais autônomos faz parte das mudanças conduzidas por Morales desde que assumiu a Presidência, em 2006.

Desde aquela data, Morales, aliado do presidente venezuelano Hugo Chávez, nacionalizou empresas de hidrocarbonetos, eletricidade, mineração e telecomunicações, além de lançar uma nova Constituição.

Morales advertiu que unicamente devem temer a lei aqueles que "vão roubar".

"Governadores eleitos: se não tem em mente roubar, devem ficar tranquilos e felizes e não tem motivos para temer esta lei. Mas se alguém roubou ou vai roubar, claro que devem ter medo ou protestar", afirmou.

(Reportagem adicional de Diego Oré)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host