UOL Notícias Notícias
 
25/05/2010 - 11h26 / Atualizada 25/05/2010 - 11h26

Irã pode recuar de troca de combustível se houver sanções

MOSCOU (Reuters) - O Irã poderá repensar um acordo de troca de combustível nuclear se as potências mundiais concordarem em impor novas sanções contra a República Islâmica, disse o embaixador de Teerã em Moscou, segundo a agência de notícias Interfax nesta terça-feira.

"Se houver novas sanções, ficará óbvio ao público iraniano que o grupo dos '5 + 1' está escondendo intenções perversas e buscando objetivos políticos. Isso poderia nos forçar a revisar os acordos de Teerã", disse Mahmoud Reza Sadjadi.

Sob o acordo, entre Turquia e Brasil, o Irã enviaria 1.200 quilos de seu urânio de baixo enriquecimento à Turquia em troca de combustível para manter em funcionamento um reator usado em pesquisas médicas.

Críticos no Ocidente dizem que o acordo ainda poderia deixar o Irã com urânio suficiente para produzir uma bomba, pois o país acumulou um estoque maior de urânio de baixo enriquecimento desde que o acordo de troca foi inicialmente proposto no ano passado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h59

    -0,82
    3,256
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h03

    1,38
    64.099,89
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host