UOL Notícias Notícias
 
28/05/2010 - 09h12 / Atualizada 28/05/2010 - 09h12

Premiê chinês condena atos contra estabilidade nas Coreias

SEUL (Reuters) - O primeiro-ministro da China, Wen Jiabao, disse ao presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, nesta sexta-feira que condena todos os atos que ameaçam a paz e a estabilidade na Península Coreana. Ele acrescentou que não "abrigará" ninguém por conta do afundamento de um navio de guerra sul-coreano em março.

"A China é contra e condena qualquer ato que destrua a paz e a estabilidade na Península Coreana", disse Wen durante reunião com Lee em Seul, segundo autoridade sul-coreana que relatou os comentários feitos pelo líder chinês.

Wen está numa visita de três dias à Coreia do Sul.

As tensões entre as duas Coreias escalaram após o Sul afirmar estar convencido que, no final de março, um submarino do Norte torpedeou a corveta sul-coreana Cheonan, matando 46 marinheiros.

A Coreia do Norte nega ter afundado o navio e a China tem se mantido cautelosa em relação à disputa e pedido aos dois lados que exerçam a prudência.

(Reportagem de Jack Kim)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host