UOL Notícias Notícias
 
31/05/2010 - 19h59 / Atualizada 31/05/2010 - 19h59

Homens armados invadem e disparam em hospital no Paquistão

LAHORE, Paquistão (Reuters) - Doze pessoas foram mortas e várias outras mantidas reféns depois que ao menos quatro homens armados atacaram um hospital em Lahore, no leste do Paquistão, nesta segunda-feira, afirmou à Reuters um médico. A polícia, porém, disse que cinco morreram.

"Eles invadiram o prédio do hospital e abriram fogo indiscriminadamente", disse o diretor-executivo do Hospital Jinnah, Javed Ikram.

Uma autoridade sênior do governo local, Sajjad Bhutta, disse à Reuters que eram "quatro homens armados vestindo uniformes da polícia de elite, que entraram no hospital e abriram fogo. Então, invadiram a unidade de terapia intensiva onde um companheiro estava sendo tratado.

Policiais revidaram atirando, disse, e eles fugiram. Um dos homens armados ficou ferido. Segundo a autoridade, os cinco mortos incluíam três policiais, uma mulher e um segurança particular.

Dezenas de pessoas feridas nos ataques da última sexta-feira contra duas mesquitas de uma comunidade de minoria religiosa na cidade estavam sendo tratadas no hospital. Mais de 80 pessoas foram mortas nos ataques.

Para o chefe da polícia de Punjab, Tariq Saleem Dogar, os homens armados tentaram resgatar ou matar um atacante ferido nos atentados de sexta-feira que estava sendo tratado na Unidade de Terapia Intensiva do hospital.

(Reportagem de Mubasher Bukhari, em Lahore, e de Kamran Haider e Zeeshan Haider, em Islamabad)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host