UOL Notícias Notícias
 
08/06/2010 - 18h13 / Atualizada 08/06/2010 - 18h13

Paraguai não vê chances de votar acesso da Venezuela ao Mercosul

ASSUNÇÃO (Reuters) - O governo paraguaio ainda não enviará ao Congresso o protocolo de adesão da Venezuela ao Mercosul porque considera que não há condições para sua aprovação, disse nesta terça-feira o chanceler Héctor Lacognata.

O Paraguai é o único membro do bloco econômico que ainda não aprovou a incorporação plena da Venezuela, o que impede que isso se concretize. Brasil, Argentina e Uruguai já ratificaram a proposta.

O Congresso paraguaio é dominado pela oposição ao presidente socialista Fernando Lugo, e não deseja a entrada do governo de Hugo Chávez para o bloco.

O governo diz que a entrada da Venezuela representaria um ponto de equilíbrio entre as duas economias pequenas do Mercosul --Paraguai e Uruguai-- e os dois países dominantes --Brasil e Argentina.

Em agosto passado, o Executivo retirou do Congresso o protocolo de adesão da Venezuela diante da iminente rejeição no Senado.

(Reportagem de Mariel Cristaldo)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host