UOL Notícias Notícias
 
10/06/2010 - 20h41 / Atualizada 10/06/2010 - 20h41

Divisões no partido Fatah adiam eleição palestina

Por Tom Perry

RAMALLAH, Cisjordânia (Reuters) - A Autoridade Palestina adiou nesta quinta-feira por tempo indeterminado as eleições locais da Cisjordânia, marcadas anteriormente para julho, por causa de divisões dentro do partido Fatah sobre as candidaturas, segundo autoridades.

Numa breve nota, o gabinete, dominado pelo Fatah, não explicou por que tomou a decisão de suspender a eleição de 17 de julho. Fontes do governo disseram que foi porque o Fatah não chegou a um acordo sobre uma lista unificada.

O cancelamento é sinal de problemas para o partido que outrora dominava a política palestina, mas que sofre para manter sua estatura desde a morte do dirigente Yasser Arafat, em 2004.

O Hamas, que governa a Faixa de Gaza, já havia decidido boicotar o pleito.

"Tratou-se do registro (dos candidatos), mas em termos de os partidos aparecerem com suas chapas, provou-se muito problemático", disse a fonte, referindo-se às divisões do Fatah.

Um dirigente do partido acrescentou: "O que está acontecendo dentro do Fatah é que tem gente concorrendo entre si. Precisamos de algum tempo a fim de resolver esses problemas internos."

Outra fonte disse também que há a preocupação de que um comparecimento eleitoral baixo seria visto como uma vitória moral do Hamas, que derrotou o Fatah nas eleições legislativas de 2006, as últimas realizadas nos territórios palestinos.

Abbas convocou eleições legislativas e presidenciais para janeiro, mas elas foram adiadas devido ao veto do Hamas para sua realização em Gaza. O Hamas contesta a legitimidade de Abbas e seu direito de convocar eleições.

(Reportagem adicional de Mohammed Assadi)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h49

    -0,05
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host