UOL Notícias Notícias
 
15/06/2010 - 09h39 / Atualizada 15/06/2010 - 09h39

Norte-americano é preso no Paquistão tentando caçar Bin Laden

Por Gul Hameed Farooqui

CHITRAL, Paquistão (Reuters) - A polícia do Paquistão anunciou na terça-feira a prisão de um norte-americano que aparentemente tentava se infiltrar no Afeganistão para caçar Osama bin Laden, armado com adaga, pistola e óculos de visão noturna.

O californiano Gary Faulkner, 40, foi detido no vale do Brumboret, perto da fronteira, e estava sendo interrogado, segundo o chefe de polícia da localidade de Chitral, Jaffer Khan.

"Ele estava vagando numa zona de segurança de forma suspeita. Tinha consigo uma adaga e óculos de visão noturna. Ele está sendo investigado", disse Khan.

O investigador policial Mumtaz Ahmed afirmou que Faulkner portava também uma pistola e que estava decidido a capturar e matar Bin Laden por causa dos prejuízos pessoais que sofrera com os atentados de 11 de setembro de 2001, cometidos pela rede Al Qaeda, criada pelo militante de origem saudita.

Uma fonte de inteligência em Chitral disse, sob anonimato, que Faulkner resistiu à prisão. "Não se aproximem de mim, ou eu atiro!", teria dito ao ser abordado.

O suspeito chegou a Chitral em 3 de junho e estava hospedado num hotel local, disse Ahmed. "Ele diz que é paciente renal. Ele também porta remédios para os rins e para tratamento de pressão sanguínea."

A embaixada dos EUA em Islamabad disse que o consulado do país em Peshawar foi informado da detenção de um cidadão norte-americano, e que os funcionários diplomáticos estão tentando ter acesso a ele.

O jornal paquistanês Dawn afirmou na edição de terça-feira que Faulkner confessou à polícia a intenção de "decapitar Osama bin Laden".

(Reportagem adicional de Kamran Haider e Augustine Anthony em Islamabad)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h09

    -0,34
    3,255
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h12

    1,92
    63.864,96
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host