UOL Notícias Notícias
 
27/06/2010 - 14h10 / Atualizada 27/06/2010 - 14h10

Líder sírio diz que Chávez revela imagem resistente da Venezuela

CARACAS (Reuters) - O presidente da Síria, Bashar al-Assad, disse no sábado que seu homólogo venezuelano, Hugo Chávez, mostrou a imagem "resistente" da Venezuela no contexto internacional, depois de afirmar que reforçará as relações com o país sul-americano.

Assad, que enfrenta uma queda na produção doméstica de petróleo e secas que afetaram a agricultura, começou uma visita na América Latina com a qual pretende ampliar os laços diplomáticos de Damasco.

Ele também viajará à Argentina, ao Brasil e a Cuba.

"O presidente Chávez veio para impulsionar essa relação que foi construída ao longo de mais de 100 anos, primeiro porque há poucos políticos que são valentes, que dizem não quando é necessário dizer não", disse o presidente sírio por meio de um intérprete no Palácio de Miraflores.

O mandatário sírio acrescentou que Chávez "revelou a imagem da Venezuela resistente, que criou uma posição da Venezuela no mapa internacional".

Assad disse que a Venezuela, membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), não se limitou a conservar e preservar a vida dos imigrantes sírios, mas também apoiou as causas de seu país.

"Estou muito feliz de cruzar o Atlântico pela primeira vez e começar minha visita aqui em Caracas e visitar ao mesmo tempo este país bonito e resistente", disse Assad.

Chávez qualificou como estratégica a aliança entre ambas as nações, depois de destacar que é a primeira vez que um presidente sírio visita Caracas.

Chávez, um dos críticos mais ferozes do governo dos Estados Unidos, visitou a Síria em agosto de 2006 e em setembro de 2009.

(Reportagem de Deisy Buitrago)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h19

    0,73
    3,281
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h26

    -1,79
    61.515,64
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host