UOL Notícias Notícias
 
02/07/2010 - 21h10 / Atualizada 02/07/2010 - 21h10

Explosão deixa um morto e 10 feridos em Kosovo

Por Branislav Krstic

MITROVICA, Kosovo (Reuters) - Uma explosão matou uma pessoa e feriu dez nesta sexta-feira na parte sérvia da cidade de Mitrovica, no norte de Kosovo, segundo médicos e policiais.

O atentado ocorreu a poucos metros de um local onde cerca de 600 sérvios protestavam contra a abertura de um órgão público que, segundo eles, representa a maioria étnica albanesa, segundo a polícia.

A maioria albanesa declarou em 2008 a independência de Kosovo em relação à Sérvia. A minoria sérvia de Kosovo, financeiramente apoiada por Belgrado, se recusa a aceitar a independência.

Os sérvios da zona norte de Mitrovica dizem que o autor do ataque foi um albanês. O dirigente sérvio local Radenko Nedeljkovic culpou a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e a missão da União Europeia por não ter prestado segurança no protesto.

O presidente da Sérvia, Boris Tadic, pediu uma sessão de emergência do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) para discutir as tensões na região.

"A Sérvia está mais uma vez enfrentando enormes desafios em Kosovo. Nossos cidadãos em Kosovo foram atacados", disse Tadic nesta sexta-feira.

A polícia disse que possivelmente uma granada de mão foi usada. Inicialmente as autoridades disseram que havia 12 feridos.

O presidente kosovar, Fatmir Sejdiu, condenou o ataque e pediu a instituições locais e internacionais que ajudem a levar os responsáveis à Justiça.

Dois anos depois da secessão kosovar, o rio Ibar ainda divide Mitrovica entre albaneses ao sul e sérvios ao norte, e as tensões são elevadas.

Os cerca de 20 mil sérvios da zona norte da cidade não lidam com as instituições de Kosovo e consideram Belgrado como sua capital.

Em maio, forças da Otan e policiais tiveram de intervir para separar um confronto envolvendo milhares de sérvios e albaneses por causa de uma eleição local da zona norte, organizada por Belgrado.

A Sérvia na prática perdeu o controle sobre a província desde 1999, e a frágil paz em Kosovo é mantida por cerca de 10 mil soldados da Otan, junto com missões policiais e judiciais da União Europeia.

(Reportagem adicional de Fatos Bytyci, em Pristina)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host