UOL Notícias Notícias
 
05/07/2010 - 21h31 / Atualizada 05/07/2010 - 21h31

Peru alerta contra agitação estrangeira em protestos

LIMA (Reuters) - O Peru advertiu nesta segunda-feira que não permitirá que estrangeiros realizem protestos no país, depois de cancelar o visto de residência de um religioso britânico que se envolveu em manifestações pela defesa da Amazônia.

Paul McAuley, radicado há 20 anos no Peru, foi informado na semana passada que terá de deixar o país até quinta-feira, pois teria violado regras legais, razão pela qual seu visto não foi renovado.

"Nós a única coisa que fazemos é dizer aos estrangeiros que respeitem as leis peruanas", disse a jornalistas o primeiro-ministro Javier Velásquez.

McAuley dirige a ONG Rede Ambientalista Loretana, que se dedica a defender o bom uso dos recursos naturais da Amazônia peruana, foco de conflito entre nativos, governo e empresas que exploram petróleo, gás natural e madeira na floresta.

Segundo o governo, o religioso violou as regras ao promover e participar de passeatas e manifestações contra o governo na localidade de Iquitos, no nordeste do país.

(Reportagem de Marco Aquino)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host