UOL Notícias Notícias
 
07/07/2010 - 20h42 / Atualizada 07/07/2010 - 20h42

Rússia e EUA avaliam troca de espiões para libertar agentes

Por Guy Faulconbridge e Andrew Quinn

MOSCOU/WASHINGTON (Reuters) - A Rússia e os Estados Unidos pareciam estar cogitando na quarta-feira a possibilidade de trocar espiões, incluindo a deportação dos agentes russos recém-descobertos nos EUA.

Os governos não confirmaram o acordo, mas uma advogada russa envolvida no caso disse que a troca foi discutida, enquanto um funcionário dos EUA admitiu que Washington poderia deixar que os supostos agentes russos sejam devolvidos ao seu país após se declararem culpados de espionagem, em troca da libertação de certos prisioneiros da Rússia.

"É uma prática comum. Já foi feita numerosas vezes," disse esse funcionário à Reuters, sob a condição de anonimato.

No mesmo dia, procuradores federais dos EUA apresentaram denúncia formal contra os dez espiões, que estão sob custódia.

Declarando-se culpados, os espiões evitariam longos julgamentos, que poderiam perturbar ainda mais as relações EUA-Rússia. Após anos de atritos, os dois países estão numa fase de reaproximação, cooperando em temas como a adesão russa à Organização Mundial do Comércio e as sanções ao programa nuclear do Irã.

A advogada russa disse que um dos prisioneiros a serem soltos na Rússia seria o cientista nuclear Igor Sutyagin, sentenciado em 2004 a 15 anos de prisão por ter transmitido informações militares sigilosas a uma firma britânica que, segundo promotores russos, servia de fachada para agentes da

CIA.

"Eles querem trocar Sutyagin por um dos presos nos Estados Unidos por espionagem," disse Anna Stavitskaya, advogada de Sutyagin, à Reuters.

"É uma troca um para um. Então cada um desses detidos nos Estados Unidos será trocado por uma pessoa da Rússia."

Os dez agentes russos foram presos no mês passado nos EUA, onde haviam se instalado com a missão de se infiltrar em instituições norte-americanas. Um 11o suspeito foi detido no Chipre, mas desapareceu após ser posto em liberdade sob fiança.

(Reportagem adicional de James Vicini e Jeremy Pelofsky, em Washington, e Basil Katz, em Nova York)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host