UOL Notícias Notícias
 
19/07/2010 - 17h11

PT vai à Justiça contra vice de Serra após acusações ao partido

BRASÍLIA (Reuters) - O PT vai entrar com duas ações na Justiça contra o deputado Indio da Costa (DEM-RJ), vice na chapa do candidato à Presidência da República tucano José Serra, por suas declarações contra a legenda. Uma terceira ação acusa o PSDB pela publicação em seu site da entrevista com o deputado.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira pelo presidente do PT, José Eduardo Dutra, três dias depois das declarações do deputado, que disse que a sigla da candidata Dilma Rousseff é ligado ao narcotráfico e às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

A primeira será uma ação criminal por ele ter, segundo a legenda, ferido a honra do PT. Como é deputado e tem foro privilegiado, o partido ingressará ainda nesta segunda no Supremo Tribunal Federal com a demanda.

A segunda é uma ação civil na Justiça comum por danos morais contra Indio da Costa. O partido deixou aberta a possibilidade de acionar também o PSDB, se a sigla do adversário não se manifestar sobre a publicação das declarações até as 12h de terça-feira.

Uma terceira, dirigida ao Tribunal Superior Eleitoral, é contra o PSDB pela publicação da entrevista com as acusações do deputado em seu site, que depois chegaram à imprensa.

"Essas declarações do candidato a vice são gravíssimas, mas entendemos que isso tem acontecido pela própria estratégia que a oposição tem seguido", disse Dutra a jornalistas. "Lamentamos que a oposição tenha escolhido este caminho."

O secretário-geral da sigla, deputado José Eduardo Cardozo (SP), levantou suspeitas contra o PSDB. "Se o PSDB não se pronunciar, vamos entender que o PSDB é conivente (com as declarações do deputado Indio da Costa)", disse.

(Reportagem de Natuza Nery)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h00

    -0,86
    3,255
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h07

    0,95
    63.827,98
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host