UOL Notícias Notícias
 
20/07/2010 - 20h59

Bashir viaja ao Chade apesar de mandado de prisão, dizem fontes

Por Opheera McDoom

CARTUM (Reuters) - O presidente do Sudão, Omar Hassan al-Bashir, viajará ao Chade na quarta-feira, disseram fontes presidenciais, sua primeira visita a uma país membro do tribunal que emitiu um mandado de prisão contra ele.

O Tribunal Penal Internacional pediu a prisão de Bashir em 2009 por acusações de crimes de guerra e contra a humanidade na região de Darfur.

Na semana passada, o Tribunal, que Bashir se nega a reconhecer, acrescentou três acusações de genocídio à lista de crimes que pesam contra o presidente sudanês.

"Ele irá ao Chade amanhã (quarta-feira)", disse uma fonte presidencial à Reuters nesta terça-feira. "Ele participará de uma cúpula dos Estados do Sahel-Saara", afirmou a fonte.

Outra fonte na Presidência revelou que a visita irá durar três dias.

O Chade se tornou membro pleno da Corte em 2007, quando as relações com o vizinho Sudão estavam em baixa. Os países membros prometem cooperar com as investigações do Tribunal, que pode pedir a seus integrantes que prendam suspeitos em seu território.

(Reportagem adicional de Reed Stevenson, em Amsterdã; e Moumine Ngarmbassa, em N'Djamena)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h09

    -0,10
    3,133
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h18

    0,50
    76.357,58
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host