UOL Notícias Notícias
 
20/07/2010 - 19h04

Lula: oposição defende na campanha ações que antes criticava

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou nesta terça-feira a oposição por defender no período eleitoral bandeiras que antes criticava, como a igualdade racial, de gênero e o combate à pobreza.

Lula disse que seu governo tem "um pensamento diferente" e uma forma distinta de agir, "enquanto tem gente neste país que não se contenta com os privilégios que tem e gostaria de impedir qualquer benefício real para os mais pobres".

Para ele, a oposição usou nos últimos anos como argumento a defesa da contenção dos gastos públicos para condenar as políticas do governo para a área social.

"Agora, às vésperas das eleições, ninguém mais contesta as prioridades antes criticadas. Nem sempre foi assim, e a sociedade enxerga essa distância entre o que se dizia antes e o que se declara agora", discursou o presidente durante solenidade de sanção do Estatuto da Igualdade Racial e do projeto de lei que cria a Universidade Federal de Integração Luso-Afro-Brasileira (Unilab).

Lula lembrou, por exemplo, que seu governo recebeu críticas e até "chegou a ser desdenhada pelos de sempre" quando decidiu criar um ministério para promover a igualdade racial no país.

"Em nome da economia de gastos públicos, o que se manifestava era... o preconceito do elitismo e da intolerância que ainda existia no nosso querido país."

(Reportagem de Fernando Exman)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h10

    -0,10
    3,132
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h13

    -0,21
    75.832,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host