UOL Notícias Notícias
 
25/07/2010 - 12h41

Polícia alemã defende medidas de segurança em festival

BERLIM (Reuters) - A polícia alemã defendeu no domingo a maneira como lidou com a segurança de um grande festival de música eletrônica que terminou na véspera com 19 mortos e mais de 300 feridos após um tumulto, mas deu poucas pistas sobre como a tragédia ocorreu.

Em uma coletiva de imprensa na cidade de Duisberg, o porta-voz Detlef von Schmeling disse que a polícia controlava o fluxo de visitantes ao longo do túnel de pedestres que levava ao festival "Parada do Amor". Ele insistiu que havia espaço para as pessoas se mexerem quando o incidente aconteceu.

"A polícia montou postos de passagem durante o dia todo para reduzir a pressão no túnel... no momento do acidente, ainda havia possibilidade de se movimentar até mesmo na rampa", sustentou ele.

"Não posso confirmar que havia tanta pressão assim no túnel ou no local do show que levasse a esse acidente", acrescentou.

Ele disse não cogitar que o esmagamento tenha sido causado pelo pânico em massa, mas declarou que o julgamento final terá que partir dos promotores depois que finalizarem a investigação.

Cidadãos de Holanda, Austrália, Itália e China estavam entre as vítimas, revelou o porta-voz.

Rainer Schaller, organizador do evento, anunciou que não dará continuidade ao festival.

"A 'Parada do Amor' sempre foi uma festa pacífica e alegre que a partir de agora ficará para sempre ofuscada pelos eventos trágicos de ontem", lamentou.

"Por respeito às vítimas, familiares e amigos, não vamos continuar com o evento. A 'Parada do Amor' acabou."

(Reportagem de Brian Rohan)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host