UOL Notícias Notícias
 
04/08/2010 - 16h35

Parlamento cubano vai debater tese de Fidel sobre guerra nuclear

HAVANA (Reuters) - Cuba convocou para sábado uma sessão extraordinária do Parlamento a fim de debater a teoria de Fidel Castro sobre uma guerra nuclear iminente caso os Estados Unidos ataquem o Irã ou a Coreia do Norte.

A sessão marcará o retorno de Fidel ao Parlamento, do qual esteve ausente desde que uma doença o afastou do poder há quatro anos.

"O Conselho de Estado concordou em convocar a sessão extraordinária da Assembleia Nacional de Poder Popular para o 7 de agosto próximo com o objetivo de analisar diversos temas de interesse da situação internacional", disse uma nota publicada no portal do Granma, o diário do Partido Comunista, do governo.

Fidel, que completará 84 anos neste mês, disse na semana passada que solicitaria uma reunião do Parlamento para expor sua tese de uma hecatombe nuclear em formação se, como crê, os Estados Unidos agredirem o Irã ou a Coreia do Norte.

O ex-presidente cubano reapareceu em público no mês passado após quatro anos de afastamento e participou de pequenos atos, como o lançamento nesta semana de um livro com suas memórias de guerrilheiro.

Fidel Castro renunciou à Presidência em fevereiro de 2008, mas reteve a influência liderança do Partido Comunista e um assento no Parlamento.

(Reportagem de Esteban Israel)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host