UOL Notícias Notícias
 
05/08/2010 - 10h51

Gerdau tem lucro acima do esperado,amplia investimento

SÃO PAULO (Reuters) - A Gerdau encerrou o segundo trimestre com lucro líquido acima do esperado pelo mercado, com salto nas vendas e melhora do desempenho dos negócios do grupo no exterior e com aços especiais ante a fraca base de comparação de 2009.

A companhia, maior produtora de aços longos das Américas, está observando uma "franca recuperação" das atividades no Brasil e no exterior e elevou seu plano de investimento para o período de 2010 a 2014 de 9,5 bilhões para 11 bilhões de reais, dos quais 80 por cento serão aplicados no Brasil.

"No Brasil, recentemente, apareceram alguns sinais de queda na atividade, talvez em virtude da Copa, mas a gente já vê uma recuperação. O país deve ter um ano muito bom", disse o presidente da Gerdau, André Gerdau Johannpeter, em teleconferência com jornalistas.

"Nos Estados Unidos temos dois setores de recuperação, automóveis e vinculados a energia, com uma recuperação melhor do consumo de aço. Já em construção residencial e infraestrutura, a dinâmica está mais lenta, não vemos uma recuperação mais rápida", acrescentou.

Entre os investimentos da Gerdau no novo plano, está um novo laminador de aços longos especiais no Brasil, que a empresa vinha estudando desde o início do ano. O equipamento, voltado para a crescente demanda da indústria automotiva e com capacidade para 500 mil toneladas por ano, receberá investimento de 350 milhões de reais e a previsão de entrada em operação é 2012, disse Gerdau. Ele acrescentou que o local de instalação do laminador será divulgado nas próximas semanas.

Além disso, a empresa também vai investir 490 milhões de reais em um laminador de rolos, para indústria de construção civil, com capacidade para 600 mil toneladas anuais e previsão para começar a operar em 2013.

A Gerdau também está investindo em capacidade para atender os setores naval, de energia e equipamentos pesados. A empresa vai instalar um laminador de chapas grossas para a usina de Ouro Branco (MG), que junto com um laminador de bobinas a quente, anunciado em julho, terão capacidade de produção de 1,9 milhão de toneladas em 2012. O gasto total nesses equipamentos, que vão marcar a entrada da Gerdau no segmento de aços planos, será de 2,4 bilhões de reais.

Enquanto isso, a companhia elevou de 352 milhões para 533 milhões de reais os investimentos em mineração, com meta de capacidade de produção de minério de ferro em 2012 de 7 milhões de toneladas, suficientes para suprir 100 por cento da demanda da usina de Ouro Branco.

PREÇOS DE AÇO

Evitando dar detalhes sobre perspectivas de preços de aço ou previsões para custos com matérias-primas como minério de ferro, Gerdau comentou que a empresa segue fazendo reajustes em seus produtos desde maio, a percentuais que "variam de acordo com cada produto, segmento e região".

"Ainda tem alguma coisa que está acontecendo (reajustes de preços de aço)", disse o executivo, acrescentando que "olhando para a frente, vemos estabilidade para os próximos períodos".

A futura rival Usiminas, que atua no segmento de aços planos, anunciou em 20 de julho alta nos preços de até 6 por cento a partir do início deste mês .

A Gerdau anunciou mais cedo uma reversão de prejuízo de 329 milhões de reais sofrido no segundo trimestre de 2009 com ganho acima do esperado pelo mercado de 856 milhões de reais entre abril e junho. Analistas consultados pela Reuters previam lucro de 690 milhões de reais, conforme a média de seis estimativas.

O Ebitda --sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação-- foi de 1,72 bilhão de reais de abril a junho, ante 595 milhões reais em igual período de 2009. A margem passou para 21 por cento, ante 9 por cento, na mesma base de comparação.

A Gerdau elevou o volume de produção de aço bruto em 52 por cento no período, para 4,7 milhões de toneladas, enquanto as vendas em volume somaram 4,4 milhões de toneladas, em linha com o esperado pelo mercado.

Os negócios com aços especiais, muito usados pela indústria automotiva, inverteram o desempenho de um ano antes com um aumento de produção de 123 por cento, com melhora em todas as regiões de atuação (Brasil, Estados Unidos e Espanha), motivada pelos programas governamentais de estímulo ao mercado de veículos.

Às 13h05, as ações da Gerdau operavam em queda de 0,52 por cento, enquanto o Ibovespa exibia leve alta de 0,06 por cento.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h40

    -0,08
    3,274
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host