UOL Notícias Notícias
 
05/08/2010 - 10h19

Venezuela exige explicações por frase de novo embaixador dos EUA

CARACAS (Reuters) - A Venezuela manifestou aos Estados Unidos seu incômodo por declarações "inaceitáveis" do futuro embaixador norte-americano em Caracas sobre o "baixo moral" das forças militares venezuelanas.

Em nota na tarde de quarta-feira, a chancelaria venezuelana disse que o conteúdo das declarações "constitui um sério precedente à ingerência e intervencionismo" de um funcionário que "não pisou no território venezuelano."

As declarações do diplomata Larry Palmer foram feitas numa sabatina no Senado dos EUA, em que ele também se mostrou preocupado com a suposta influência de Cuba na Venezuela.

"O Governo Revolucionário da Venezuela está avaliando as consequências desta declaração inaceitável, a qual rechaça energicamente em todas suas partes, e solicitou explicações ao governo dos Estados Unidos antes de tomar uma decisão definitiva sobre esse assunto", acrescenta a nota venezuelana.

Antes, o general Carlos Mata, ministro venezuelano da Defesa, disse que as Forças Armadas estão mais fortalecidas, especialmente o seu moral.

"O sr. (Palmer) está nos agredindo! Está agredindo toda a Força Armada Nacional", disse o militar. "Sr. Palmer, o sr. acaba de se equivocar! Equivocou-se. Vá com seu palavrório para outro lado."

O presidente Hugo Chávez é a principal voz antiamericana na América do Sul atualmente, o que não impede a Venezuela de continuar sendo um importante fornecedor de petróleo para os

EUA.

(Reportagem de Deisy Buitrago)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h10

    -0,53
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h10

    0,29
    63.411,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host