UOL Notícias Notícias
 
08/08/2010 - 15h41

Carros-bomba atingem cidades de Ramadi e Faluja, no Iraque

Por Muhanad Mohammed

BAGDÁ (Reuters) - Uma série de explosões com carros-bomba mataram pelo menos 12 pessoas e deixaram vários feridos nas cidades iraquianas de Ramadi e Faluja, no domingo, enquanto o governador da conturbada província de Nínive escapou de uma tentativa de assassinato.

Os ataques seguiram uma série de explosões num movimentado mercado no centro do pólo petrolífero de Basra na noite de sábado que mataram pelo menos 43 e feriram 185, segundo autoridades.

"O número de mortes das três explosões que atingiram o mercado ontem (sábado) chegou a 43 mortos e 185 feridos", disse Riyadh Abdulameer, chefe do departamento de saúde de Basra, à Reuters, acrescentando que esta não foi a contagem final.

O Iraque está em um limbo político desde a eleição 7 de março, enquanto facções políticas xiitas, sunitas e curdas tentam resolver um governo de coalizão. Políticos e autoridades de segurança dizem que os insurgentes parecem estar tentando aproveitar a ausência de um poder mais firme.

Os líderes iraquianos não conseguiram chegar a um novo governo em cinco meses desde a votação. O primeiro-ministro Nuri al-Maliki visitou Massoud Barzani, presidente da região semi-autônoma curda do norte, em Arbil, no domingo, buscando uma solução para o impasse.

Na cidade de Mosul, considerada um dos lugares mais perigosos do Iraque nos últimos meses, uma bomba explodiu perto de um comboio transportando Atheel al-Nujaifi, o governador da província de Nínive, que ia de sua casa para o trabalho no domingo, informou a polícia.

Nujaifi e sua equipe escaparam sem ferimentos da explosão inicial, que ocorreu em uma estrada que é considerada uma das mais seguras em Mosul. Mas uma segunda bomba explodiu quando a polícia chegou ao local, ferindo três policiais, disse a polícia.

Em Faluja, cerca de 50 quilômetros a oeste de Bagdá, três explosões de carros-bomba - dois deles visando patrulhas da polícia - mataram pelo menos quatro pessoas e feriram mais de vinte outras, segundo a polícia e fontes médicas.

Um dos carros-bomba foi deixado para trás por homens armados que assaltaram um comerciante de câmbio em sua casa, disse a polícia.

Em Ramadi, 100 quilômetros a oeste da capital, um carro-bomba explodiu perto de um restaurante em uma movimentada rua, matando pelo menos oito pessoas e ferindo 50, informou a polícia.

Em outros ataques em Mosul, nove pessoas ficaram feridas quando uma granada foi atirada num grupo de civis, e quatro outros se feriram na explosão de uma bomba de beira de estrada perto de patrulhas da polícia e do Exército, de acordo com a polícia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host