UOL Notícias Notícias
 
08/08/2010 - 17h52

General dos EUA vê "primeiros passos" rumo a governo iraquiano

WASHINGTON (Reuters) - Os líderes políticos do Iraque devem abrir caminho para a formação de um governo antes de 1o de setembro, quando os Estados Unidos encerram as operações de combate no país, afirmou o comandante norte-americano no Iraque neste domingo.

O Iraque ficou com uma perspectiva política incerta desde as inconclusivas eleições de 7 de março, com as facções políticas xiitas, sunitas e curdas tendo dificuldades de estabelecerem um novo governo cinco meses após a votação.

"Creio que veremos os primeiros passos rumo ao novo governo até 1o de setembro", afirmou o general norte-americano Ray Odierno ao programa "This Week", da rede ABC, sem elaborar o que esses passos possam significar.

Odierno disse ainda estar confiante que as forças iraquianas, ajudadas por 50 mil soldados norte-americanos que continuarão no Iraque após o 1o de setembro, possam lidar com os ataques de pessoas tentando aproveitar a instabilidade política.

Os níveis de tropas norte-americanas no levantamento de forças não estão ligados à formação de um governo iraquiano, disse Odierno.

Os Estados Unidos têm atualmente pouco menos de 65 mil solados no Iraque. Havia perto de 150 mil no auge do conflito.

Os cerca de 50 mil soldados norte-americanos que permanecerão no Iraque após 1o de setembro representarão uma "presença significativa" para ajudar os militares iraquianos contra as forças militantes, incluindo a Al Qaeda no Iraque, disse Odierno.

(Reportagem de Paul Eckert)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host