UOL Notícias Notícias
 
09/08/2010 - 14h18

Estátua da Liberdade ficará fechada para reforço na segurança

NOVA YORK (Reuters) - A Estátua da Liberdade será fechada para melhorias na segurança em 2011, o que impedirá os turistas de visitarem a coroa, base e pedestal durante 12 meses.

Os visitantes ao local, uma das atrações mais populares de Nova York, poderão entrar no parque que circunda a estátua, na Ilha da Liberdade. Como resultado das obras que ampliarão a segurança, o acesso à estátua será restringido a partir de 12 de outubro de 2011, quando a estátua celebra seu 135o aniversário.

A reforma, estimada em 26 milhões de dólares, vai adicionar ao local escadas à prova de incêndio, elevadores e saídas, disse David Luchsinger, superintendente do Monumento Nacional Estátua da Liberdade. A única saída do topo da torre de observação, de 22 andares, é por uma escada estreita.

Mais de 5 milhões de pessoas visitam o local todos os anos e a media diária chega a 200 mil por dia durante o verão.

A área foi esvaziada por pouco tempo em julho depois de um falso alarme de incêndio, mas o parque já está planejando há tempos ampliar a segurança, disse Luchsinger.

"É uma tarefa monumental, para dizer o mínimo", afirmou Luchsinger.

A estátua foi fechada depois dos atentados de 11 de Setembro de 2001. Reabriu em 2004, mas a torre de observação permaneceu fora de acesso para os visitantes até o ano passado.

(Reportagem de Karina Ioffee)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host