UOL Notícias Notícias
 
10/08/2010 - 21h36

Colômbia e Venezuela retomam relações diplomáticas

SANTA MARTA, Colômbia (Reuters) - A Colômbia e a Venezuela concordaram nesta terça-feira em retomar suas relações diplomáticas e anunciaram a criação de comissões para buscar o restabelecimento do intercâmbio comercial, assim como analisar temas de segurança e infraestrutura na fronteira.

Os presidentes da Colômbia, Juan Manuel Santos, e da Venezuela, Hugo Chávez, chegaram ao acordo na cidade colombiana de Santa Marta durante o primeiro encontro entre ambos os líderes.

No mês passado, a Venezuela decidiu romper os laços diplomáticos em resposta às acusações de Bogotá de que guerrilheiros de esquerda estariam abrigados em seu território, com a tolerância de Caracas.

"Tivemos nestas horas um diálogo franco, direto, sincero, como devem ser todas as boas relações, e acho que demos um grande passo no restabelecimento da confiança que também é uma das condições básicas de qualquer relação", disse Santos depois da reunião com Chávez.

Pouco depois de assumir a Presidência no sábado, Santos expressou sua disposição para resolver a crise iniciada no governo de seu antecessor Álvaro Uribe, que manteve relações tensas com o governo venezuelano.

"Decidimos restabelecer as relações diplomáticas, políticas e econômicas, e plenas", afirmou Chávez em declarações junto a seu homólogo colombiano.

Há quase um ano, Chávez ordenou a suspensão das importações da Colômbia como represália a um acordo militar entre Bogotá e Washington, considerado por ele como uma ameaça à sua revolução socialista. Uribe justificou o acordo como necessário para reforçar a luta contra a guerrilha e o narcotráfico.

O Brasil, que se mostrou disposto a contribuir para a retomada dos laços entre os dois países, recebeu a decisão com "grande satisfação" e destacou a importância do diálogo para o avanço da integração sul-americana.

Em nota, o Itamaraty disse que a medida "abre nova oportunidade para a retomada do dinamismo e do entendimento que historicamente caracterizam as relações entre os dois países".

"O Brasil reitera sua disposição de seguir cooperando, por meios bilaterais e no âmbito da Unasul, com as autoridades venezuelanas e colombianas para consolidar esta nova etapa de diálogo", disse o comunicado.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host