UOL Notícias Notícias
 
11/08/2010 - 13h14

Croácia vai entregar sérvio condenado por assassinato de premiê

ZAGREB (Reuters) - Um tribunal croata aprovou nesta quarta-feira a extradição para a Sérvia de um servo-bósnio condenado por conspiração no assassinato em 2003 de um premiê sérvio, a primeira extradição entre os ex-inimigos das guerras dos Bálcãs em 1990.

O tribunal municipal de Zagreb disse que Sretko Kalinic poderá ser extraditado à Sérvia depois da assinatura em junho de um acordo permitindo a extradição de suspeitos de crime organizado e corrupção entre os dois países.

"Kalinic pode entrar com uma reclamação contra a decisão nos próximos três dias. Se ele o fizer, a decisão final será da Suprema Corte", disse o porta-voz do tribunal de Zagreb, Kresimi Devcic.

Seria o primeiro caso de extradição pela Croácia de um de seus próprios cidadãos para outro país.

A Sérvia pediu a extradição de Kalinic depois que ele foi capturado após um tiroteio com um membro da máfia sérvia em junho, na Croácia. Kalinic foi sentenciado à revelia em Belgrado a 30 anos de prisão por consipirar para o assassinato do primeiro-ministro sérvio Zoran Djindjic, há sete anos.

A luta contra o crime organizado e a corrupção é uma importante exigência da União Europeia para os países dos Bálcãs. A Croácia espera completar as negociações para sua entrada na UE no início do ano que vem, enquanto a Sérvia entrou com pedido de ingresso na UE no ano passado, mas ainda não iniciou negociações.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,32
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,56
    63.760,62
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host