UOL Notícias Notícias
 
16/08/2010 - 18h51

GM completa prospecto e deve fazer pedido de IPO na 3a

Por Soyoung Kim

NOVA YORK (Reuters) - A GM completou a documentação para entrar com o pedido de sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) nos Estados Unidos e a decisão sobre quando fazer a solicitação à Securities and Exchange Commission (SEC) está nas mãos do Conselho da montadora, disse uma fonte a par da situação nesta segunda-feira.

A expectativa é que o prospecto da operação seja entregue à SEC na terça-feira, afirmou a fonte, que pediu para não ser identificada.

Segundo a fonte, a montadora revisou o documento para acrescentar o fator de risco na administração da empresa após seu presidente-executivo Ed Whitacre ter renunciado na quinta-feira. Seu substituto, Dan Akerson, toma posse do cargo em setembro.

Diversas fontes próximas à GM haviam afirmado à Reuters que o anúncio repentino na semana passada contribuiu para o atraso de vários dias no IPO da empresa.

A previsão é que a oferta de ações da GM movimente entre 15 bilhões e 20 bilhões de dólares, em um dos maiores IPOs da história, de acordo com as fontes.

Um grupos de dez bancos se comprometeram em ser o principal grupo de credores de uma linha de crédito de 5 bilhões de dólares da GM, e também participarão como coordenadores da operação, afirmou a fonte nesta segunda-feira.

O grupo de bancos, de acordo com diversas fontes, inclui Bank of America Merrill Lynch, Barclays, Citigroup, Credit Suisse, Deutsche Bank, Goldman Sachs, JPMorgan Chase, Morgan Stanley, UBS e Royal Bank of Canada.

A fonte disse ainda que a GM irá acrescentar mais bancos a sua linha de crédito, que manterá o mesmo volume de 5 bilhões de dólares, reduzindo assim o valor concedido por cada banco dos 500 milhões de dólares atuais.

O plano para linha de crédito sindicalizado será finalizado até o final de setembro, segundo a mesma fonte.

Um relatório trimestral da GM á SEC enviado nesta segunda-feira lista como fatores de risco a escolha de Akerson para o cargo de presidente-executivo da companhia, e do ex-executivo da Microsoft, Chris Liddell, para vice-presidente financeiro. Akerson, de 61 anos, é um executivo financeiro veterano com experiência no mercado de telecomunicações.

"No último ano, fizemos diversas alterações em nossa equipe executiva", disse a GM no documento. "Elegemos um novo presidente-executivo ... e agora um novo vice-presidente financeiro ... ambos os quais não têm experiência anterior na indústria automotiva".

(Reportagem adicional de Kevin Krolicki)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host