UOL Notícias Notícias
 
16/08/2010 - 18h00

Paquistaneses fecham estrada em protesto por ajuda alimentar

SUKKUR, Paquistão (Reuters) - Com pedaços de pau em punho e queimando feno, vítimas das enchentes no Paquistão bloquearam uma rodovia nesta segunda-feira para exigir mais ajuda do governo, enquanto agências humanitárias alertaram que os necessitados estão demorando muito para receber água, comida e abrigo.

A indignação popular tem crescido após duas semanas de inundações, ressaltando os potenciais problemas políticos para um governo já impopular.

Centenas de aldeias em todo o país, numa área mais ou menos do tamanho da Itália, foram destruídas pelas enchentes. Estima-se que pelo menos um décimo dos 170 milhões de paquistaneses tenham sido afetados, e há 2 milhões de desabrigados. Milhares deles acampam sob lonas na beira de estradas.

"A velocidade com que a situação tem se deteriorado é assustadora", disse em nota Neva Khan, que dirige a filial local da ONG Oxfam.

A ONU alertou que até 3,5 milhões de crianças correm o risco de contrair doenças letais, transmitidas por insetos e água contaminada.

(Por Robert Birsel)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host