UOL Notícias Notícias
 
17/08/2010 - 23h09

À noite, programas trazem "Serra da Saúde" e "Dilma do Lula"

BRASÍLIA (Reuters) - Os dois principais candidatos à sucessão presidencial chegaram nesta terça-feira ao primeiro dia do horário eleitoral gratuito.

Na inserção desta noite, a segunda do dia, o tucano José Serra investiu integralmente na saúde, um de seus temas-chave. Apostou na mensagem de que fará no Brasil o que fez em São Paulo como prefeito e governador, além de ministro da Saúde.

"Comigo, saúde vai ser assunto do presidente da República, porque, se não for, não melhora", afirmou.

Pesquisas apontam o setor como líder no ranking entre as maiores preocupações dos brasileiros.

Já a petista Dilma Rousseff "atravessou" o país fazendo promessas para diversas áreas colada no presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Iniciou o programa no Rio Grande do Sul, e dialogou com o presidente em diferentes Estados, numa espécie de jogral.

A ex-ministra apresentou uma versão diferente do horário da tarde. Menos emocional e mais programática. Foi uma peça menos centrada em sua biografia.

O pré-sal, já chamado de bilhete premiado por Lula, ganhou destaque, assim como os números de geração de emprego e de milhões que saíram da pobreza e os que entraram na classe média.

Serra investiu nos seus pontos fortes quando atuava na administração pública. Prometeu a volta dos mutirões da saúde; vacinação para crianças contra gripe de forma permanente, entre outros compromissos.

Ele reiterou também seu objetivo de ampliar, à esfera federal, o programa "mãe brasileira", de atendimento pré-natal a gestantes e seus filhos.

"Como eu fiz quando fui ministro, prefeito e governador", pontuou.

Ao contrário da inserção vespertina, não houve o jingle que defendia o voto no "Zé" após o governo do "Lula da Silva". No lugar, uma paródia do "Bate Coração", originalmente interpretada por Elba Ramalho. "Bate, bate, bate coração porque nosso Brasil merece mais".

A candidata do PT encerrou seu programa com uma música hipoteticamente cantada por Lula, após o presidente pedir abertamente voto à sua escolhida.

"Deixo em tuas mãos o meu povo e tudo o que mais amei; mas só deixo porque sei que vais continuar o que fiz. E meus país será melhor, e o meu povo mais feliz, do jeito que sonhei e sempre quis. Agora as mãos de uma mulher vão nos conduzir... Meu povo ganhou uma mãe que tem um coração que vai do Oiapoque ao Chuí."

Ambos os partidos apostam no horário eleitoral gratuito para definir a eleição. O tucano pretende virar o jogo no programa de TV, enquanto a petista tenta aumentar sua associação com o presidente Lula.

A pesquisa Ibope divulgada na segunda-feira mostrou Dilma com 11 pontos percentuais de vantagem sobre Serra.

(Reportagem de Natuza Nery)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h00

    -0,34
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h04

    0,23
    61.815,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host