UOL Notícias Notícias
 
17/08/2010 - 15h54

Governador de NY planeja realocar centro islâmico polêmico

NOVA YORK (Reuters) - O governador do Estado de Nova York, David Paterson, planeja discutir a realocação de um polêmico centro cultural e mesquita para uma área menos emotiva, mais distante do Marco Zero, local do atentado de 11 de Setembro, em Nova York,

"Estamos agora avaliando com os incorporadores", disse a porta-voz de Paterson, Maggie McKeon. "Não houve nenhuma conversa formal entre o governador, o líder religioso ou o incorporador. No entanto, esperamos marcar uma reunião num futuro próximo."

Um assessor de um congressista dos Estados Unidos disse que Paterson conversou por telefone com o deputado Peter King, de Nova York, e lhe disse que iria se reunir com líderes muçulmanos para discutir a possibilidade de destinar recursos públicos para ajudar o centro a encontrar outro lugar.

King apoia a ideia, mas líderes do centro islâmico haviam insistido anteriormente que não estavam interessados em se mudar para longe do Marco Zero. Representantes do projeto, chamado de Casa Córdoba, não foram localizados para comentar o fato.

O projeto prevê um edifício de 13 andares para abrigar um centro de orações, auditório, piscina e salas de reuniões, mas se tornou centro de um emotivo debate nacional sobre se um centro muçulmano deveria ser erguido a duas quadras do local onde ficavam as torres gêmeas do World Trade Center, destruídas no ataque de 11 de Setembro, no qual morreram cerca de 3 mil pessoas.

O presidente dos EUA, Barack Obama, entrou no debate na sexta-feira ao dizer que apoia o direito de os muçulmanos construírem o centro no local. Depois de uma forte reação nos meios políticos, no dia seguinte Obama declarou que estava falando de liberdade religiosa, não sobre a exata localização da mesquita.

Com os republicanos tentando retirar dos democratas o controle do Congresso, o líder da bancada democrata no Senado, Harry Reid, que também enfrenta uma árdua disputa política para manter sua cadeira nas próximas eleições, rompeu com o presidente na segunda-feira na questão do centro islâmico. Reid afirmou que a mesquita deveria ser construída em outro local.

(Reportagem de Richard Cowan e Joan Gralla)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h29

    1,65
    3,311
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h36

    -2,18
    61.272,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host