UOL Notícias Notícias
 
18/08/2010 - 09h09

Dezenas de desaparecidos após deslizamentos no sudoeste da China

PEQUIM (Reuters) - Ao menos 67 pessoas estavam desaparecidas depois que deslizamentos de terra atingiram uma cidade remota no sudoeste da China, próximo à fronteira com Mianmar, informou a mídia estatal nesta quarta-feira. O país já registrou este ano milhares de mortos ou desaparecidos em enchentes e deslizamentos.

Deslizamentos de terra causados por chuvas torrenciais atingiram uma vila na região de Gongshan, localizada em uma área montanhosa da província de Yunnan, na manhã de quarta-feira, segundo a agência oficial de notícias Xinhua.

"O número de vítimas é desconhecido até o momento", afirmou a agência.

Equipes de resgate foram enviadas à remota região, próximo do Tibete. O rio Nu, que corre das montanhas, está cheio por causa das chuvas que elevaram o nível da água em até 6 metros, acrescentou a Xinhua.

Fortes chuvas na vizinha Longnan e na província de Sichuan ao sul mataram outras dezenas de pessoas.

Até o momento, mais de mil pessoas morreram em enchentes nas regiões central, sul e nordeste da China neste ano.

(Reportagem de Huang Yah e Chris Buckley)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host