UOL Notícias Notícias
 
24/08/2010 - 12h57

Cuba vai libertar outros seis presos políticos, diz Igreja

HAVANA (Reuters) - O governo cubano vai soltar em breve outros seis presos políticos, afirmou na terça-feira a Igreja Católica, elevando para 32 o número de opositores libertados da prisão sob a condição de que se transfiram para a Espanha.

O presidente Raúl Castro se comprometeu em julho com a Igreja Católica a libertar 52 dissidentes presos em 2003 em uma operação policial conhecida como Primavera Negra.

"Dando continuidade ao processo de libertação de prisioneiros, informa-se que outros seis serão libertados em breve", disse o Arcebispado de Havana, em um comunicado.

"Desta forma, chegam a 32 os prisioneiros que aceitaram a proposta de sair da prisão e se transferir para a Espanha", acrescentou.

A libertação de meia centena de dissidentes representa uma concessão estratégica importante de Raúl Castro e pode melhorar as relações de Cuba com os Estados Unidos e a Europa.

O Departamento de Estado dos EUA anunciou esta semana que pode receber alguns dos prisioneiros libertados que foram para a Espanha.

(Reportagem de Nelson Acosta e Esteban Israel)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host