UOL Notícias Notícias
 
24/08/2010 - 08h12

Grupo armado ataca hotel na Somália; 15 deputados teriam morrido

Por Ibrahim Mohamed

MOGADÍSCIO, 24 de agosto (Reuters) - Um grupo de homens armados, usando uniforme militar, invadiu nesta terça-feira um hotel frequentado por autoridades na Somália. Um deputado informou que pelo menos 15 parlamentares foram mortos.

O grupo islâmico radical al Shabaab, ligado à rede al Qaeda, desencadeia há três anos uma rebelião contra o frágil governo do país, apoiado pelo Ocidente, e controla a maior parte da capital somáli, Mogadíscio.

Nenhum grupo assumiu de imdiato a responsabilidade pelo atentado.

"Eles massacraram 15 parlamentares. Estamos cercando a área ao redor do hotel. Queremos apanhá-los e nossos soldados estão lá", disse o deputado Mohamed Hasan à Reuters, por telefone.

A União Africana confirmou a morte de pelo menos 15 pessoas no ataque ao Huna Hotel, em uma área da capital controlada pelo governo, situada entre o palácio presidenciale o oceano Índico. Não confirmou, porém, se eram todos parlamentares.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h09

    0,17
    3,271
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h16

    -0,49
    63.772,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host