UOL Notícias Notícias
 
24/08/2010 - 22h53

Na TV, PSDB mostra Serra "do povão" e mantém críticas a Dilma

SÃO PAULO (Reuters) - O PSDB deu sequência ao esforço de apresentar seu presidenciável José Serra como um candidato popular, "do povão", e manteve suas críticas à principal rival na sucessão, Dilma Rousseff (PT), líder das pesquisas, na propaganda eleitoral na TV nesta terça-feira.

"O Serra é assim: um cara simples, autêntico, que não tem aquele nariz empinado que você sabe", narrava um locutor com imagens de Serra em meio a eleitores. Na estreia no horário eleitoral, o tucano empregara o apelido de "Zé".

O horário trouxe ainda programas de autoria atribuída a Serra e para o "trabalhador pobre", como o seguro desemprego e o bolsa alimentação, "o começo do Bolsa Família" --este, uma das bandeiras do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Exibiu também projetos para a educação e criação de empregos.

Tradicional reduto de votos do PT, o Nordeste foi um dos principais cenários do programa tucano. Mostrou Serra em diversos Estados da região, conversando com eleitores que exaltavam sua "experiência" diante de Dilma, criticando-a.

"Dilma é uma mulher posta, só com palanque, sem discurso", disse um eleitor.

Ao final, Serra convocou o telespectador ao "olho no olho". "Olha aqui... Eu não cheguei na vida pública agora, eu não preciso ficar na sombra de ninguém. Eu sei como fazer", afirmou.

Uma das armas da oposição tem sido apontar falta de experiência política de Dilma e insinuar que ela agiria à sombra de Lula caso eleita.

Ao final, repetiu trecho veiculado pela tarde, no qual afirmou que a petista "já está se achando" e que, se eleita, levará de volta ao governo os ex-ministros José Dirceu e Antonio Palocci, afastados por escândalos de corrupção.

Pesquisa CNT-Sensus, divulgada nesta terça-feira, apontou vitória de Dilma já no primeiro turno: 46,0 por cento para ela ante 28,1 por cento de Serra.

No seu horário, o PT foi programático e continuou a apresentar feitos do governo "Lula e Dilma". Explorou o tema da educação e continuou a apostar no uso da imagem do presidente, que abriu o programa.

Dilma também esteve no Nordeste e afirmou que a "raiz da desigualdade está na primeira infância", daí a importância de cuidar das crianças e prometeu construir 6.000 creches.

No programa da candidata do PV, Marina Silva, o cantor Caetano Veloso pediu votos para a presidenciável verde.

(Por Hugo Bachega; Edição de Maria Pia Palermo)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host