UOL Notícias Notícias
 
25/08/2010 - 17h31

Arqueólogos descobrem cidade egípcia de 3.500 anos

CAIRO (Reuters) - Arqueólogos encontraram no oásis de um deserto ruínas de um assentamento egípcio de 3.500 anos, que antecede outras cidades antigas por um milênio, informou nesta quarta-feira o Ministério da Cultura.

Realizando escavações no oásis Um El-Kharga, um dos cinco desertos ocidentais do Egito -- a cerca de 200 quilômetros ao sul do Cairo --, uma missão da universidade de Yale fez a descoberta enquanto trabalhava em um mapa de rotas antigas do Deserto Ocidental.

O assentamento possui rotas ligando o Vale do Nilo, no Egito, com o oásis ocidental, se estendendo até a região de Darfur, no Sudão, disse o comunicado. O local atingiu seu auge no Reino Médio (1786 a 1665 antes de Cristo)

As ruínas de uma padaria, assim como dois fornos e um torno de oleiro usado na produção de formas de cerâmica, onde o pão era assado, também foram encontrados, sugerindo que o local seria um importante centro gastronômico, informou o chefe da missão, John Darnell.

(Por Marwa Awad)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host