UOL Notícias Notícias
 
06/09/2010 - 21h50

Irã credencia seu primeiro embaixador na Bolívia

LA PAZ (Reuters) - O primeiro embaixador do Irã na Bolívia, Alizera Ghezili, apresentou na segunda-feira suas credenciais ao presidente boliviano, Evo Morales, no momento em que aumenta a cooperação política e econômica entre os governos "anti-imperialistas" de ambos os países.

O diplomata visitou Morales no palácio presidencial de La Paz uma semana depois de o ministro iraniano da Indústria e Mineração, Ali Akbar Mehravian, anunciar, no mesmo lugar, uma linha de crédito de 250 milhões de dólares para projetos industriais bolivianos.

Esse financiamento, junto a outro programa de cooperação iraniano de 1 bilhão de dólares iniciado em 2007, foi destacado por Ghezili como fruto da aliança entre Teerã e La Paz, cujos líderes compartilham duras críticas aos Estados Unidos e a Israel.

"A chegada do embaixador iraniano consolida a política boliviana de relações sem condições com todos os países do mundo", disse a jornalistas o chanceler boliviano, David Choquehuanca.

Morales nem Ghezili fizeram declarações à imprensa depois do primeiro encontro oficial, que coincidiu com uma confirmação do governo boliviano de que parte da cooperação iraniana será destinada a projetos de prospecção de novas reservas de minerais, incluindo o urânio.

Morales buscou uma aproximação com o Irã e rompeu relações diplomáticas com Israel, assim como fez seu aliado venezuelano, Hugo Chávez.

O mandatário boliviano também levou as relações entre seu país e os Estados Unidos ao nível mais baixo da história, quando expulsou em 2008 o embaixador norte-americano e a agência antidrodas daquela nação.

(Reportagem de Carlos A. Quiroga L.)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h19

    0,73
    3,281
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h26

    -1,79
    61.515,64
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host