UOL Notícias Notícias
 
07/09/2010 - 21h54

Novo terremoto atinge importante cidade da Nova Zelândia

WELLINGTON (Reuters) - Autoridades na cidade de Christchurch, na Nova Zelândia, prorrogaram por mais sete dias o estado de emergência, após um novo terremoto ter cortado a energia e fechado a principal estrada da região.

A magnitude do último tremor foi de 5,1, abaixo dos 7,1 registrados no sábado, mas cientistas disseram que o recente terremoto foi mais sentido por ser mais raso e no centro da segunda maior cidade do país.

"Haverá novos terremotos por meses, mas a frequência e a magnitude irão diminuir com o tempo", disse Jennifer Coppola, cientista da agência de ciência financiada com recursos públicos GNS.

Já houve cerca de 135 tremores acima da magnitude 3, incluindo dois de 5,4 desde sábado, e o maior terremoto ainda pode estar por vir.

O prefeito de Christchurch, Bob Parker, disse que cada tremor atrasa os planos da cidade de retomar o curso normal. "Estamos conseguindo progresso aos poucos, mas estamos em uma situação bastante imprevisível", disse Parker à rádio Nova Zelândia.

O tremor de sábado foi o mais destrutivo na Nova Zelândia desde 1931, com estimativas de que 100 mil das 160 mil casas da região tenham sido danificadas. Não houve relatos de mortes e apenas duas pessoas ficaram seriamente feridas na cidade de 350 mil habitantes.

A estimativa inicial de gastos para reconstruir as áreas atingidas pelos tremores foi de 1,4 bilhão de dólares.

(Reportagem de Adrian Bathgate)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host