UOL Notícias Notícias
 
13/09/2010 - 11h58

Agentes sérvios vasculham casas em busca de dinheiro de Mladic

BELGRADO (Reuters) - Agentes de segurança e policiais sérvios fizeram buscas em diversos locais de Belgrado na tentativa de descobrir detalhes sobre as finanças do fugitivo Ratko Mladic, acusado por crimes de guerra, afirmou uma autoridade nesta segunda-feira.

As operações, conduzidas na sexta-feira, concentraram-se em quatro pessoas e suas residências, além de um escritório de uma companhia pertencente a um ex-assessor de Mladic, comandante sérvio-bósnio nos tempos de guerra, disse a autoridade policial que não quis se identificar. "Queríamos obter mais detalhes sobre as finanças dele (de Mladic)", disse a autoridade à Reuters.

A prisão de Mladic -- indiciado pelo tribunal de crimes de guerra da Organização das Nações Unidas (ONU) em Haia pelo massacre de bósnios muçulmanos em Srebrenica, em 1995, e pelo cerco a Sarajevo - é vital para destravar a tentativa da Sérvia de se unir à União Europeia.

A Sérvia inscreveu-se para se unir à União Europeia no ano passado, mas a direção do bloco ainda não tomou nenhuma atitude com relação ao pedido, afirmando que são necessárias boas relações com os vizinhos, incluindo Kosovo, ex-província da Sérvia, assim como a prisão de Mladic.

Na semana passada, a Sérvia endossou uma resolução da ONU, apoiada pela União Europeia, para promover a cooperação com Kosovo, retirando assim um obstáculo para a união com o bloco de 27 países.

A Sérvia também precisa prender Goran Hadzic, líder político dos sérvios na Croácia durante a guerra de 1991 a 1995. O governo sérvio prendeu e extraditou o ex-líder político sérvio bósnio Radovan Karadzic em 2008.

(Reportagem de Aleksandar Vasovic)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host