UOL Notícias Notícias
 
15/10/2010 - 13h41

Suíços completam perfuração do túnel mais longo do mundo

Arnd Wiegmann e Christian Hartmann
Em Sedrun (Suíça)

Engenheiros suíços que estão construindo o túnel mais longo do mundo perfuraram a última parede de rocha nesta sexta-feira, coroando uma década de trabalho.

O túnel ferroviário de 57,1 quilômetros de extensão sob o maciço de Gotthard vai entrar em operação em 2017, reduzindo parcialmente o volume de dezenas de milhares de toneladas de cargas que atravessam os Alpes diariamente em caminhões pesados, por estrada.

Uma broca rotatória de 10 metros perfurou os últimos centímetros de rocha, em evento transmitido ao vivo pela televisão suíça.

"Juntos, arriscamos muito. Juntos, realizamos muito, porque sabemos que a montanha é grande, mas nós somos pequenos", disse o ministro suíço do Meio Ambiente e dos Transportes, Moritz Leuenberger.

O projeto está orçado em mais de 12 bilhões de francos suíços (12,58 bilhões de dólares) e já custou a vida de oito operários da construção.

Cerca de 13 milhões de metros cúbicos de rocha foram escavados da montanha, o equivalente a cinco vezes o volume da Grande Pirâmide de Gizé, no Egito.

O título de túnel mais longo do mundo atualmente pertence ao túnel ferroviário submarino Seikan, que interliga as ilhas japonesas de Honshu e Hokkaido e tem 53,85 quilômetros de extensão. Em segundo lugar está o túnel ferroviário de 50,45 quilômetros que interliga a Grã-Bretanha à França, passando sob o Canal da Mancha.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,22
    3,756
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h19

    0,78
    96.096,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host